TRABALHOS FEITOS COM CARIDADE - IMITAÇÃO DE CRISTO





Por nada neste mundo, nem pelo amor de pessoa alguma, se deve praticar qualquer mal. Entretanto, em prol de alguém necessitado, um bom trabalho pode ser omitido , ou trocado por um melhor. Assim, a boa obra não se perde, ; mas se transforma numa melhor.


Sem a caridade o trabalho externo não possui valor, porém qualquer coisa feita por caridade, ainda que seja pequena ou trivial, (: completamente compensadora, já que Deus se importa mais com o amor conduzido do que com a ação em si.

Age muito aquele que ama muito. Age muito aquele que executa bem uma Einção. Age de bom grado aquele que serve ao bem comum em vez de servir aos próprios interesses.

Muitas vezes parece caridade o que é apenas amor-próprio, pois a inclinação de um homem, sua própria vontade, sua esperança de recompensa e seu interesse pessoal são motivações muito frequentes. Ao contrário, aquele que possui uma caridade perfeita e verdadeira não age em benefício de si mesmo, mas procura realizar todas as coisas para a glória de Deus. Acima de tudo, não inveja homem algum, porque não quer prazeres pessoais nem deseja alegrar-se para si mesmo, mas prefere desejar a glória de Deus acima de todas as coisas. Não atribui bem algum à criatura, mas sim a Deus, de quem todas as coisas procedem como de uma fonte, e em quem todos os abençoados devem depositar o resultado final e a realização.

Se o homem possui uma centelha de caridade verdadeira que seja, deve sentir com certeza que todas as coisas terrenas são repletas de futilidade.


Postagens mais visitadas