Não é fácil ser Padre...

Se é jovem, não tem experiência.
Se é idoso, deveria atualizar-se.
Se tem barba, é revolucionário.
Se usa cabelo curto, quer ser playboy.
Se é asseado, é vaidoso.
Se veste-se com modéstia, é maltrapilho.
Se bebe, é alcoólatra.
Se não bebe, é certinho.
Se vai nas festas, é festeiro.
Se não vai, é antissocial.
Se for bonito, é um desperdício!
Se for feio, virou padre porque ninguém quis.
Se faz academia, um narcisista.
Se não faz, um sedentário.
Se suja as mãos em trabalhos manuais, não tem dignidade.
Se não suja, é preguiçoso.
Se fica na Igreja, não se interessa pelas pessoas.
Se da atenção as crianças, pedófilo.
Se da atenção as mulheres, tarado e mulherengo.
Se da atenção aos homens, gay.
Se faz visitas, nunca está na igreja.
Se não tem outro trabalho, é um parasita.
Se tem, é um ganancioso que só quer dinheiro.
Se o sermão dura 25 minutos, é um chato falador.
Se o sermão dura 10 minutos, é porque não sabe nada ou não se preparou.
Se fala de oração, é um alienado das coisas do mundo.
Se fala de temas sociais, tem mania de falar de política.
Se casa e batiza sem preparação, vulgariza os sacramentos.
Se exige preparação consciente para os sacramentos, afasta os fiéis.
Se faz obras na igreja, é um gastador.
Se não faz, está deixando tudo cair aos pedaços.
Se concorda com o conselho da Igreja, deixa-se manipular.
Se não concorda, é um ditador.
Se defende assistência para os pobres, é comunista.
Se defende o direito à riqueza honesta, é vendido para os exploradores do povo.
Se defende o Papa e a Igreja, um conservador e carreirista...
É eu não estou nem aí...sou um homem em construção...podem pensar....podem dizer...

Mas se um dia é transferido, vai embora ou morre, vemos que não era mesmo insubstituível, mas o quanto era fundamental nas nossas vidas e de nossa comunidade! Pois ser padre é ser "pai" de uma comunidade inteira. Como tal, ele é o homem da Palavra de Deus, da Eucaristia, do perdão e da bênção, exemplo de humildade, penitência e tolerância, o pregador e conversor da fé cristã. Enfim, é um comunicador e entusiasta da Igreja, que luta por uma vivência cristã mais perfeita, dessa Igreja missionária, que não sobreviveria sem o sacerdote.

__autor desconhecido, até o momento

Postagens mais visitadas